Novo modelo educacional vai transformar a realidade de Cachoeiro

Presidente do ICE, Marcos Magalhães deu palestra em Cachoeiro e destacou os avanços que o município terá com a adoção da metodologia da escola em tempo integral na rede municipal de ensino

“Cachoeiro de Itapemirim dá um passo fundamental para inovar, avançar  e transformar a sua realidade a partir de um novo modelo educacional. É o início de um processo que vai culminar, em alguns anos, em um município profundamente diferente, em cidadania, produtividade, segurança e civilidade”. Com essas palavras, Marcos Magalhães, presidente do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), enalteceu a nova política educacional adotada pela cidade da Região Sul do Estado.

Primeiro município de fora da Grande Vitória a implantar a metodologia da Escola da Escolha, Cachoeiro passou a adotar, este ano, educação em tempo integral em duas escolas da rede municipal de ensino: a Athayr Cagnin (no bairro Abelardo Machado) e a Julieta Deps Tallon (no Zumbi), que contam, ao todo, com 500 alunos matriculados.

Assim, por meio desse sistema diferenciado de ensino, os alunos da Região Sul terão a oportunidade de realizar todo o ciclo da educação básica – do 1º Ano do Ensino Fundamental ao 3º Ano do Ensino Médio – numa escola em tempo integral, pois Cachoeiro também possui duas Escolas Vivas que atendem Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio: Francisco Coelho Ávila Júnior e Liceu Muniz Freire.

Fundador do ICE, entidade responsável pela criação da metodologia Escola da Escolha, que já funciona em mais de 1,3 mil escolas do País, Magalhães esteve em Cachoeiro na terça-feira (12), para a palestra Painel sobre Educação, no auditório do Bristol Easy Hotel.

Promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Seme) e pelo Movimento Empresarial Sul Espírito Santo (Messes), o evento teve a presença do prefeito Victor Coelho, da secretária municipal de Educação, Cristina Lens, do diretor-presidente do ES em Ação, Luiz Wagner Chieppe, e do presidente do Messes, Luiz Carlos Nemer, além de vereadores e profissionais da rede de ensino cachoeirense.

Animado com o momento do município, Coelho relatou que a adoção dessa nova metodologia vem acompanhada de investimentos.

“Em 2018, investimos 26,5% do orçamento do município na educação, um índice acima do mínimo de 25% exigido pela legislação federal. Porém, pretendemos chegar a um patamar maior, investindo não só na manutenção da infraestrutura das escolas, como temos feito nos últimos dois anos, e na aquisição de recursos tecnológicos, mas também em ações pedagógicas”, destacou, completando em seguida. “A metodologia da escola em tempo integral é a cereja do bolo que estava faltando, porque encaixa com o plano que temos para a nossa cidade”.

Nas duas unidades de ensino contempladas pelo novo sistema educacional, os 500 alunos são atendidos com jornada escolar estendida, das 7h30 às 16h30. Além das matérias do currículo convencional, eles podem optar por disciplinas eletivas, que têm caráter essencialmente prático e são propostas por professores e pelos próprios estudantes.

Para a implantação da metodologia, Cachoeiro contou com o apoio do Núcleo de Educação do Espírito Santo em Ação, cujas profissionais estão responsáveis pela transferência da metodologia do modelo de escola para a secretaria de Educação, com o ICE e com o Messes.

“O que Cachoeiro está fazendo é dar uma grande contribuição para todo o Espírito Santo. A educação não é só um instrumento social, mas econômico também. Com melhor formação e capacitação, os estudantes vão chegar ao mercado de trabalho mais bem preparados. Haverá ganho de produtividade e toda economia se desenvolverá”, observou Luiz Wagner Chieppe, diretor-presidente do ES em Ação.

“Esse modelo vai proporcionar aos alunos da rede condições mais igualitárias de educação e maiores oportunidades de um futuro promissor”, completou Luiz Nemer, presidente do Messes.

Depois da palestra, Magalhães e os representantes da prefeitura, do ES em Ação e do Messes estiveram na escola municipal Athayr Cagnin e na escola estadual Francisco Coelho Ávila Júnior, unidades de ensino que adotam o tempo integral.

7f93d3f1-2202-49ab-9a16-968961adf052 a0b09171-33c8-4024-a481-243fa2291816 d2243d71-7707-4de9-8997-1cf985443163 IMG_0251
<
>