Desafio dos novos gestores é tornar cidades competitivas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

10 cidades do ES estão no Ranking de Competitividades dos Municípios 2020

A capital capixaba assume destaque e potencialidade econômica e industrial em pesquisas nacionais e estaduais

Pelo estudo liberado recentemente pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em parceria com a startup Gove Digital e o Sebrae, instituições parceiras do ES em Ação, os novos prefeitos eleitos têm o desafio de manter ou ampliar a posição de 10 cidades do Espírito Santo que aparecem no Ranking de Competitividades dos Municípios 2020. 

A capital Vitória é a mais competitiva entre as 10, e está na 6ª posição do Brasil, de acordo com esta primeira edição do Ranking.  Outros municípios do ES que aparecem são Cachoeiro (138ª), Vila Velha (174ª), Colatina (175ª), Aracruz (184ª), Serra (203ª), Linhares (224ª), Guarapari (263ª), Cariacica (266ª) e São Mateus (293ª).

O lançamento da primeira edição do Ranking da CLP, com apoio do ES em Ação para divulgação, apresentou resultados do estudo inédito sobre a Competitividade municipal e discutiu a importância do fomento à competitividade no novo mandato municipal, baseado em dados e evidências.

O levantamento apresenta os resultados detalhados de 405 municípios do País com mais de 80 mil habitantes, a partir de 55 indicadores, distribuídos em 12 pilares temáticos considerados fundamentais para a promoção da competitividade e melhoria da gestão pública das cidades brasileiras: Sustentabilidade Fiscal, Funcionamento da Máquina Pública, Acesso à Saúde, Qualidade da Saúde, Acesso à Educação, Qualidade da Educação, Segurança, Saneamento e Meio Ambiente, Inserção Econômica, Inovação e Dinamismo Econômico, Capital Humano e Telecomunicações.

Entre as cidades mais competitivas do Brasil, estão Barueri, São Caetano do Sul, São Paulo, Florianópolis, Curitiba, Vitória, Santos, Campinas, Indaiatuba e Porto Alegre.

Indicador regional

No Espírito Santo, há outro índice que mede a competitividade das cidades, o Indicador de Ambiente de Negócios (IAN), um estudo realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional e Industrial do Espírito Santo (Ideies), que também classifica a cidade de Vitória em primeiro lugar para desenvolvimento no Estado.

Segundo o (IAN), Vitória ficou acima da média dos 4 municípios que compõem o seu cluster (processo de agrupamento de municípios conforme suas caraterísticas semelhantes em termos de população, microrregião e outros fatores). Com este resultado, a capital destaca-se na 1ª posição, nos eixos de infraestrutura; potencial de mercado; capital humano e gestão fiscal.

Acesse o ranking de competitividade completo dos 405 municípios do país.